13 de set de 2012

Criei hoje '-'

Seu espírito romancista renascia toda vez que dispunha-se a redigir cartas para ele, tentava buscar de todas as formas palavras que pudessem transmitir o estado como ele a deixava. Ela às vezes duvidava, mas no fundo de sua mente tinha absoluta certeza do quanto precisava dele e de seu abraço, que a curava após semanas sem tê-lo visto. E eles se conheciam e se amavam tanto que só com um olhar, um duradouro olhar, podiam decifrar suas almas e sem palavra alguma conseguiam trocar poemas e textos íntegros de romance pelos olhos. Ele sentia que amá-la já não era o suficiente pois o que sentia era muito maior, quão sublime é a vida dos apaixonados. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário