18 de jan de 2013

3 anos e 9 meses de muito amor



‎- Um poema luminoso como o mar,

Aberto em sorrisos de espuma, onde as velas

Fogem como garças longínquas no ar.. 

Hiato - Manuel Bandeira

Nenhum comentário:

Postar um comentário