14 de mar de 2013

Versos

Lentamente vai indo, deixando apagado
E não brilha, não ofusca, passa despercebido e calado. 
Me persegue com olhares e pensamentos ermos, 
sentimentos esgotados e desapegos.


Lentamente vai se dando,

Quem estava caindo hoje sai andando.
Com a mochila nas costas e os olhos ardendo
olha pra si e pensa que está morrendo


Sorriso que antes fazia sonhar

não passa de bruma querendo escapar
Escorre entre meus dedos toda a emoção
de quem um dia roubou o meu coração


A cada passada se enche de medo

procura achar o próximo brinquedo
Talvez um dia consiga encontrar
outra pessoa que preencha o meu lugar


Sem meus dons poéticos, e aguçadas poesias

em seus versos livres ela te encontraria
procura nos livros aquela canção
e não vai embora sem encontrar a direção


Lentamente vai buscando, as vezes ate encontrando

aquele sorriso que vinha procurando
Como a bailarina em um passo de dança
ela se move sem muita confiança


E por fim chegando ao seu legado

ele disfarça fingindo estar parado
Ela nem olha, com aperto no coração
Só o que queria era segurar a sua mão.


              Gaby :)




Nenhum comentário:

Postar um comentário