24 de set de 2013

Até que ponto é bom ser bom?

Claro que o fator principal foi a substituição de alguém, mas se eu fosse enrolada não teriam me colocado na cozinha logo na minha segunda semana de trabalho lá.  Eu fiquei meio sem saber o que fazer no início, mas me adaptei como sempre. Hoje eu monto pasteis lá, só monto mesmo e quem frita é outra pessoa. e nos Domingos sou garçonete... Trabalhar numa lanchonete não é fácil, você se sente tentado a comer besteiras o tempo inteiro, mesmo tendo direito a fazer um lanche ( pastel ou cachorro quente) de graça. Porque não existe só isso la, tem batata frita, hambúrgueres e AÇAÍ. E no final do mês vem a surpresinha descontada no seu salário. Já tentei me convencer de que devo parar de ficar comendo coisas la, pois assim vou gastar todo o meu salário com coisas não benéficas ao meu organismo. kkkk chega a ser engraçado. Até agora o que tem me incomodado mais não é o calor da cozinha, mas sim o fato de estar perdendo todos os shows legais por trabalhar a noite e sair tarde d+ para ir :T O lado bom é ter minha própria graninha, e comprar o que quero... Aliás eu comprei algumas coisas e vou fazer um post sobre isso. Bem acho que é isso. Seja bom e se tente se destacar no que for fazer, tente dar o seu melhor e um dia tu será reconhecido de forma devida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário